Algumas reflexões sobre a necessidade de regulação de plataformas

Estamos lidando com constantes problemas de desinformação nas plataformas sociais. Em grande parte dos casos há a manipulação de temas e o reforço da distribuição de informações que não são verdadeiras por contas (ou fazendas de contas) falsas.

Não seria o caso de as plataformas efetivamente verificarem cada conta criada? Desa forma seria possível tratar a questão da atribuição da informação postada, identificando a conta (e a pessoa / entidade) que originou a postagem. De igual forma seria mais fácil entender quem efetivamente replicou a mensagem falsa.

Entendo que as plataformas sociais não devem ser mais os espaços para a criação de exércitos de contas robôs. Estes espaços estão sendo apropriados / tomados por atores políticos e institucionais por demais importantes para serem consideradas apenas espaços livres para se postar o que quiser sem maiores consequências. Penso que enquanto as plataformas não forem fiscalizadas para se implementar esta efetiva validação de contas, o problema tende apenas a piorar.

A regulação, nesse sentido, é muito mais que necessária para que nosso futuro não seja ainda mais complicado. A regulação passa, inclusive, pela necessidade de se ter um maior controle sobre a visualização das postagens.

A manipulação algorítmica em operação nas plataformas impede que seja acompanhada de forma apropriada a sequência de postagens das contas que ali operam. Precisamos ter acesso a mecanismos de controle efetivo de consulta, ordenamento e leitura destas postagens.

Não vejo forma de isso acontecer sem que as plataformas sejam efetivamente reguladas e forçadas a auditar as contas criadas, atribuindo a cada conta uma identidade única e vice-versa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *